Quinta-feira, Julho 18, 2024
spot_img

Feira Internacional no Maláui: Moçambique exibe potencialidades económicas e atrai Investidores

A presença de Moçambique na 34.ª Feira Internacional de Comércio no Maláui destaca o compromisso do país em promover o comércio e o investimento na região. Organizada pela Agência para a Promoção de Investimento e Exportação (APIEX), a participação moçambicana visa explorar oportunidades de negócios e estabelecer parcerias que impulsionem o desenvolvimento económico de ambos os países.

Segundo informações da Rádio Moçambique, a feira multissectorial, que se realiza anualmente, tem como objectivo principal desenvolver os mercados de exportação para produtos e serviços locais e atrair investimentos estrangeiros. A APIEX está aproveitando este evento para destacar as potencialidades das províncias de Sofala, Manica e Tete, visando atrair investidores e promover o intercâmbio comercial entre Moçambique e o Maláui.

Além disso, a participação de Moçambique na feira demonstra o empenho do país em fortalecer a cooperação económica e a integração regional, utilizando os sistemas preferenciais de acesso aos mercados para impulsionar as exportações e promover os produtos moçambicanos nos mercados internacionais.

A Feira Internacional de Comércio, organizada pela Confederação das Câmaras de Comércio e Indústria do Maláui, é uma oportunidade para Moçambique mostrar ao mundo as suas vantagens competitivas e atrair investimentos estrangeiros. Com a presença de representações de 177 empresas e países, o evento promete facilitar o contacto entre os empresários internacionais e estimular o crescimento económico da região.

Entrevistas Relacionadas

INNOQ: 70% Dos produtos já possuem rotulagem em Português

O Instituto Nacional de Normalização e Qualidade (INNOQ) anunciou...

OMC projecta crescimento de 5,3% nas exportações africanas em 2024

Segundo a Organização Mundial do Comércio (OMC), as exportações...

CTA reforça parceria com ITA em preparação a 19ª edição da CASP

A Confederação das Associações Económicas (CTA) reuniu-se recentemente com...