Sexta-feira, Julho 12, 2024
spot_img

MozParks apresenta o seu modelo de funcionamento para parques industriais em Maputo

A Província de Cabo Delgado organizou uma série de eventos de 22 a 24 de maio em Maputo, apresentando oportunidades de investimento e promovendo o desenvolvimento económico na região de Cabo Delgado. Estes eventos incluíram reuniões de alto nível e uma mesa redonda abrangente centrada no papel da indústria extractiva na estabilização e dinamização da economia local.

A mesa redonda foi liderada por Valige Tauabo, Governador da Província de Cabo Delgado. A ele se juntaram Silvino Moreno, Ministro da Indústria e Comércio, e Moisés Paulino, Director Nacional de Hidrocarbonetos e Combustíveis do Ministério dos Recursos Minerais e Energia, bem como representantes de outras partes interessadas.

“Cabo Delgado é uma região rica em recursos minerais e tem um potencial de desenvolvimento significativo, mas precisamos do apoio dos nossos parceiros para nos ajudar a desenvolver a economia, criar mais empregos e garantir um futuro melhor para o povo de Cabo Delgado e de todo o Moçambique”, afirmou o Governador Tauabo.

O Ministro Moreno destacou que as indústrias extractivas em Moçambique requerem uma cadeia de abastecimento estruturada para apoiar o processo de industrialização do país.

Moisés Paulino, Director Nacional de Hidrocarbonetos e Combustíveis, destacou a riqueza da região em recursos energéticos e minerais: “Cabo Delgado é rico em recursos minerais, incluindo minerais sólidos, rubi, ouro, grafite e gás. Estes recursos podem ajudar a impulsionar o desenvolvimento socioeconómico da região”, observou Paulino.

Onorio Manuel, Director Geral da MozParks, destacou as oportunidades de desenvolvimento na região de Cabo Delgado e apresentou o modelo e as vantagens da Cabo Delgado Parks, uma rede de parques industriais nos distritos de Montepuez, Balama, Ancuabe e Palma, juntamente com uma base logística em Pemba. Esta rede, operada pela MozParks, visa acelerar o desenvolvimento económico, promover o emprego dos jovens e desenvolver a economia verde. Em colaboração com a Fundação MozYouth, já foi desenvolvida uma série de programas.

“A MozParks opera dois parques industriais no país. Os nossos parques funcionam em torno de empresas-âncora que atraem outros projectos, trabalhando em conjunto para desenvolver a região através da criação de novos empregos e do apoio às PME. Este é um modelo comprovado e a nossa missão é continuar a desenvolver outras regiões de Moçambique com base neste modelo. Mas, para isso, é importante trazer e manter os fornecedores em Cabo Delgado, onde as operações estão a decorrer”, disse Manuel.

Os parques em Cabo Delgado oferecerão diversas instalações, incluindo agro-processamento, construção, logística, energia renovável, apoio às PME, formação, segurança, assistência à certificação, conservação, espaços para ONGs, armazéns frigoríficos, áreas comerciais, uma praça de alimentação, instalações desportivas e residências para promover um ambiente de negócios holístico e sustentável.

Geert Klok, Presidente da Câmara de Minas de Moçambique, classificou a iniciativa dos Parques de Cabo Delgado como vantajosa para todas as partes interessadas. “O desenvolvimento económico local pode beneficiar todas as partes interessadas. Os parques industriais situados perto de indústrias âncora, como a mineração, podem proporcionar emprego para as comunidades anfitriãs e oportunidades para os empresários locais”, afirmou Klok.

Um destaque significativo da mesa redonda foi o lançamento oficial do sítio Web dos Parques de Cabo Delgado, uma nova plataforma dedicada a promover e facilitar o investimento nos parques industriais da região. O sítio Web foi inaugurado pelo Governador da Província de Cabo Delgado e pelo Ministro Moreno, marcando o início da mesa redonda.

Esta nova plataforma digital visa aumentar a transparência, fornecer informações actualizadas sobre oportunidades de investimento e apoiar o desenvolvimento estratégico dos parques industriais em Cabo Delgado. O lançamento marca um passo fundamental nos esforços da província para atrair investidores globais e impulsionar o crescimento económico sustentável.

Sobre a MozParks

A MozParks é um promotor e operador de Zonas Económicas Sustentáveis, estabelecido como uma parceria público-privada entre a Agência Governamental Moçambicana para a Promoção do Investimento e Exportação (APIEX) e investidores suíço-moçambicanos. Sendo o único operador de parques industriais em Moçambique, a MozParks gere parques em Beluluane e Nampula, com planos de expansão para a província de Cabo Delgado. Até à data, a MozParks atraiu mais de 50 empresas de 18 países, assegurando mais de USD 3 mil milhões em investimentos no parque de Beluluane, na província de Maputo.

Entrevistas Relacionadas

Introdução de novos procedimentos dificulta importação de viaturas no País

A vice-presidente da Associação dos Importadores e Distribuição Automóvel...

MozParks: Investir em Moçambique é investir no futuro da juventude

Desde 2018, a MozParks tem liderado esforços para abordar...

Produção animal prevista para crescer 8% em 2024, destacando-se o sector pecuário e pesqueiro

O Plano Económico e Social – PESOE 2024 aponta...