Quinta-feira, Julho 18, 2024
spot_img

Projecções para 2024 apontam crescimento significativo na produção industrial de Moçambique

Para o ano de 2024, as projecções do PESOE para a produção industrial de Moçambique apontam para um crescimento de 3,3%, o que representa um valor estimado em 144.026 milhões de MT. Esse crescimento é visto como um dos factores determinantes para o desenvolvimento sócio-económico do país.

Um dos principais impulsionadores desse desempenho positivo serão as unidades fabris que estão programadas para serem licenciadas ao longo do ano. O Quadro 13 apresenta as projecções detalhadas para a produção industrial em 2024, divididas por sectores-chave.

Na indústria alimentar, espera-se que a produção atinja o valor de 39.497 milhões de MT, representando um crescimento de 3,7%. Esse aumento é atribuído à previsão de entrada em funcionamento de novas unidades fabris, incluindo uma fábrica de processamento de açúcar orgânico e álcool gel na província de Cabo Delgado e uma unidade de processamento de castanha de caju no distrito de Massinga.

Já na Indústria de Bebidas, prevê-se que a produção alcance 23.363 milhões de MT, com um crescimento de 3,2%, impulsionado pelo desempenho das indústrias existentes e pela demanda do mercado.

Por outro lado, a produção de tabaco tem enfrentado um declínio devido à redução da procura global no mercado internacional, prevendo-se que para 2024 a produção atinja a taxa de 0,5% e um valor de 7.567 milhões de MT.

Sectores como indústria têxtil e de vestuário também devem contribuir para o crescimento, com previsões de 2,6% e 1,3% de crescimento, respectivamente. Esses números são justificados pela operacionalização das empresas existentes, estimuladas pela possibilidade de aumento das exportações.

No segmento de minerais não metálicos, como o cimento, projecta-se um crescimento significativo de 6,7%, com a entrada em funcionamento de uma unidade fabril no distrito de Chimbonila, província de Niassa.

Por fim, as indústrias de metalurgia de base devem registar um crescimento de 2,9%, atingindo um valor de 40.831 milhões de MT, resultado do ganho de eficiência das empresas existentes, reflectido em um ligeiro aumento da produção e exportação de alumínio e cabos eléctricos.

As projecções para 2024 indicam um cenário positivo para o sector industrial de Moçambique, impulsionado pelo crescimento em diversos segmentos e pelo potencial das novas unidades fabris que serão licenciadas ao longo do ano.

Entrevistas Relacionadas

APAMO: “Indústria de Açúcar prejudicada por importações ilegais”

A Associação dos Produtores de Açúcar em Moçambique (APAMO)...

Amantes da Liga dos Campeões vivem emoções da final em Maputo

A Liga dos Campeões da UEFA, a chamada liga...

Introdução de novos procedimentos dificulta importação de viaturas no País

A vice-presidente da Associação dos Importadores e Distribuição Automóvel...

MozParks apresenta o seu modelo de funcionamento para parques industriais em Maputo

A Província de Cabo Delgado organizou uma série de...